Ir para o conteúdo

Prefeitura de Botucatu - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Botucatu - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Youtube
Rede Social Facebook
Galeria de Prefeitos
Plínio Paganini  - 01/02/1973 a 31/01/1977

PLÍNIO PAGANINI

GESTÃO: 1963 a 1977

Nasceu em Botucatu aos 18 de novembro de 1927. Filho de Primo Paganini e Elvira Gallo Zanotto Paganini.
Estudou no Grupo Escolar "Dr. Cardoso de Almeida", onde fez o curso primário. Depois concluiu o curso de
formação ginasial e colegial na Escola Técnica de Comércio Nossa Senhora de Lourdes, também em Botucatu. Formou-se em Direito pela fundação Kamig Bazarian, de Itapetininga. Ingressou no rádio em 1941, na Rádio Emissora de Botucatu (antiga PRF-8), onde ficou até sua morte. Foi sucessivamente: Office-boy, locutor esportivo, repórter policial, apresentador de programas de auditório, diretor e proprietário.

Foi repórter esportivo do jornal “Correio de Botucatu", onde manteve, por longos anos, uma coluna esportiva, com crônicas sobre o futebol profissional de Botucatu. Depois foi gerente e diretor. Tornou-se proprietário do jornal na década de 1950. Foi seu jornalista-responsável até o ano de 1977, quando o Correio foi desativado.

Diariamente promovia, em seu programa "O Palanque" a divulgação dos problemas do município, bem como o encontro de pessoas que podiam ajudar-se mutuamente.

Organizou, na década de 1970, uma experiência de jornal diário, criando o “Diário de Botucatu", publicação que subsistiu por 2 anos. Foi duas vezes vereador em Botucatu, tendo sido, também, presidente da Câmara de Vereadores; e outras duas vezes prefeito.

Como prefeito trouxe para Botucatu a SABESP - Cia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo; Adquiriu, em maio de 1976, o prédio da antiga Diretoria Regional dos Correios e Telégrafos para a instalação da sede do governo municipal; Trouxe a sede do 12º Batalhão da Polícia Militar para Botucatu; Construiu, em convênio com o governo do Estado, o Viaduto "Bento Natel” ligando a Vila Antárctica à Vila Aparecida (22/02/1975).

Conquista, para Botucatu, a instalação do sistema DDD (Discagem Direta à Distância) da Telesp. Lutou junto ao governo do Estado para a construção do acesso Botucatu/Castelo Branco e a construção do Viaduto sobre a Rodovia Marechal Rondon no final da ligação Lavapés/Rondon.

No que concerne às indústrias, conseguiu a vinda, em 1976, da Staroup, Costa Pinto Industrial de Alimentos (marca Peixe); Hidroplás (antiga Nauplas) e a instalação da Duratex, empresa de grande porte no ramo de chapas de madeira, inaugurada em 28 de setembro de 1973.

Construiu e reformou pontes como a do Salgueiro, do Lavapés (av. Itália). Ampliou a Escola João Maria de Araújo Jr. numa área de 435 m² de construção, para a instalação do Curso Supletivo; Pôs iluminação rural nos Bairros do Guarantã e Faxinal; Construção do Jardim da São Benedito; asfalto, na Av. Vital Brasil, entre outros melhoramentos...

Faleceu, em 03 de janeiro de 1997, em sua cidade natal. Plínio Paganini foi, antes de tudo, um municipalista.

Seta
Versão do Sistema: 3.2.2 - 02/05/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia