Ir para o conteúdo

Prefeitura de Botucatu - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura de Botucatu - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
OUT
31
31 OUT 2023
SAÚDE
871 visualizações
Botucatu recebe Prêmio “Luiza Matida” pela terceira vez por eliminação da transmissão vertical do HIV e da Sífilis congênita
enviar para um amigo
receba notícias
Esta edição contemplou 263 municípios que atuaram no combate e controle da sífilis e HIV em várias categorias.

A Secretaria de Saúde de Botucatu, através do Programa Municipal DST/HIV/AIDS, recebeu no dia 25 de outubro, em São Paulo, o prêmio Luiza Matida pela eliminação da transmissão vertical do HIV e da Sífilis. A premiação ocorreu na 8ª Semana Paulista de Mobilização Contra a Sífilis e Sífilis Congênita: “Reduzir a desigualdade é contribuir para eliminar a Sífilis Congênita”, realizado pelo Programa Estadual de IST/AIDS de São Paulo.

 

Esta é a terceira vez que o Município recebe este mesmo prêmio, a primeira foi em 2020, por conta do sucesso das ações de prevenção e combate a transmissão vertical do HIV e da Sífilis. Somente 30 municípios do Estado receberam esse prêmio.

 

Representaram Botucatu na homenagem a coordenadora do Programa Municipal DST/HIV/AIDS, Thaís Renata de Jesus Espernega Santos e representantes do GVE Botucatu.

 

Esta edição do Prêmio contemplou 263 municípios que atuaram no combate e controle da sífilis e HIV em várias categorias.

 

Transmissão vertical

A transmissão vertical do HIV e da sífilis congênita é a contaminação do feto pela mãe durante a gestação. O contágio pode ser evitado com o tratamento adequado e acompanhamento. A mãe infectada pode procurar auxílio e tratamento, evitando a transmissão ao bebê.

 

Prêmio Luiza Matilda

O Prêmio “Luiza Matida” foi idealizado pelo Programa Estadual DST/Aids-SP e homenageia a médica pediatra e sanitarista “Luiza Harunari Matida”, falecida em 2014, por seu trabalho durante 20 anos no Centro de Referência e Treinamento DST/AIDS-SP, da Secretaria de Estado da Saúde, e pela elaboração de políticas públicas e ações que realizou no controle da sífilis que contribuíram para a redução dos casos no Estado de São Paulo.

 

“Este prêmio traduz os esforços para eliminar a transmissão vertical do HIV e da Sífilis em nosso Município. Com a dedicação da equipe de saúde e o compromisso de Botucatu em fornecer atendimento de qualidade, a Cidade serve como um exemplo de como a prevenção e o tratamento adequado podem fazer a diferença na eliminação da transmissão vertical do HIV e da Sífilis. A conquista do Prêmio Luiza Matida 2023 reforça o compromisso contínuo de Botucatu com o bem-estar da população”, afirmou Thais Espernega Santos.

 

“Neste ano também, Botucatu passou pela Certificação da Eliminação da Transmissão Vertical do HIV e Selo Prata de Boas Práticas para eliminação da Sífilis Congênita pelo Ministério da Saúde no mês de agosto, prêmio que estamos aguardando o recebimento para o mês de dezembro, mês de luta contra a AIDS”, concluiu Thais.


 

Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia