Ir para o conteúdo

Prefeitura de Botucatu - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura de Botucatu - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
DEZ
07
07 DEZ 2022
SEGURANÇA
1431 visualizações
Patrulha Maria da Penha completa 5 anos com lançamento de botão do pânico para atender vítimas
enviar para um amigo
receba notícias
Serviço vem atendendo vítimas de violência doméstica e novo dispositivo facilitará o chamado à Guarda Municipal.
A Patrulha Maria da Penha está completando 5 anos de serviços prestados à comunidade e para celebrar a data está lançando um botão de pânico para atender mulheres vítimas de violência doméstica.
 
O botão é um aplicativo de celular que é liberado exclusivamente para vítimas de violência doméstica que tenham medida protetiva expedida e sejam assistidas pela Patrulha Maria da Penha. Através do aplicativo, a vítima pode acionar a viatura da GCM em caso de descumprimento da medida protetiva de maneira discreta e ágil.
 
“Quando a vítima aciona o botão de pânico, uma mensagem é enviada a nossa central com os dados como nome da vítima, endereço, possível agressor e a geolocalização de onde a mulher está no momento. Desta forma, conseguimos nos deslocar com agilidade para atender ao chamado”, explicou Leandro Destro, comandante da GCM de Botucatu.
 
A Patrulha Maria da Penha foi criada em dezembro de 2017 com o objetivo de garantir maior efetividade às Medidas Protetivas de Urgência previstas na Lei nº 11.340/ 2006, a Lei Maria da Penha. Depois que a mulher registra o boletim de ocorrência junto à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), o caso é encaminhado à equipe da Patrulha Maria da Penha. A guarnição realiza entrevistas com a vítima e programa rondas constantes próximas à residência, trabalho e locais mais frequentados pela pessoa atendida. E a partir de agora, a Patrulha também passará a receber chamados do botão de pânico.
 
De janeiro a novembro deste ano, 472 mulheres já pediram medida protetiva em Botucatu e sendo que 234 solicitaram o serviço da Patrulha Maria da Penha. Deste total de casos, foram registrados no mesmo período 32 descumprimento da medida protetiva, ou seja, o agressor se aproximou da vítima mesmo estando impedido por lei.
 
 
Nova viatura
 
A Patrulha Maria da Penha também recebeu nesta semana uma nova viatura que irá auxiliar aos guardas no patrulhamento preventivo e aos chamados das vítimas atendidas pelo serviço.
 
A nova viatura faz parte do pacote de ampliação da frota de veículos da GCM entregues nesta semana. Foram adquiridos, com recursos próprios do tesouro municipal, quatro carros novos que já estão em uso pela Guarda Municipal. O investimento total para esta aquisição foi de aproximadamente R$ 500 mil.



Serviço:
Guarda Civil Municipal
Telefone: 199

Delegacia de Defesa à Mulher (DDM)
Telefones: 180 (Disque Denúncia)
 
 
Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia