Ir para o conteúdo

Prefeitura de Botucatu - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Botucatu - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
OUT
11
11 OUT 2022
EDUCAÇÃO
407 visualizações
Nomeação de novos diretores e coordenadores pedagógicos será por meio de processo seletivo interno
enviar para um amigo
receba notícias
Com base no novo decreto, Secretaria de Educação estabelecerá uma comissão de avaliação, para que funções sejam preenchidas a partir de aprovação.
A Prefeitura de Botucatu publicou no último sábado, 08, o decreto que regulamenta a gratificação de diretores e coordenadores pedagógicos que atuam na Rede Municipal de Ensino.
 
O Decreto 12.716 atende a nova Lei do Fundeb e a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), que exige que os municípios adotem critérios para a designação das funções de diretor e coordenador pedagógico para a Rede Municipal de Ensino.
 
A partir deste decreto, a Secretaria de Educação nomeará uma comissão de avaliação, de acordo com cada etapa educacional, que irá julgar os interessados em ocupar estes cargos.
 
Para se habilitar a função, os professores municipais, já aprovados em concurso público, devem passar por três fases avaliativas. A primeira será a apresentação de documentação, a segunda a entrega de um plano de trabalho, estabelecendo metas e propostas a serem executadas na escola, e a terceira uma entrevista com a comissão avaliativa.
 
Assim que for aprovado, o servidor pode ocupar a função e passará por avaliações constantes, para verificar se o plano de trabalho apresentado está sendo executado.
 
“Este decreto é uma exigência da nova lei do Fundeb, que estabelece critérios avaliativos, com metas para melhorar a educação. Em contrapartida, quando atendendo esta lei e atingimos metas, isso implica em melhoria dos nossos indicadores e consequentemente nos repasses que recebemos do Governo Federal. E também, com este sistema de avaliação, damos oportunidade para profissionais da rede em ocupar funções gratificadas”, destacou Claudia Gabriel, Secretaria de Educação de Botucatu.
 
Os diretores e coordenadores atuais não serão removidos da função, apenas irão apresentar um plano de trabalho, que será acompanhado e avaliado. O decreto será usado a partir de novas nomeações para as funções de coordenadores pedagógicos e diretores.
 
 
Seta
Versão do Sistema: 3.2.10 - 11/01/2023
Copyright Instar - 2006-2023. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia