Ir para o conteúdo

Prefeitura de Botucatu - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Botucatu - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
SET
27
27 SET 2022
SAÚDE
188 visualizações
Mudança de estação pede cuidado redobrado no combate à dengue
enviar para um amigo
receba notícias
Eliminar criadouros do mosquito é essencial para reduzir risco de transmissão da doença em Botucatu.
Com a chegada da Primavera, estação do ano que tem aumento no volume de chuva, a Vigilância Ambiental em Saúde (VAS) está intensificando o trabalho para reduzir os criadouros e também a transmissão de arboviroses, doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.
 
De acordo com um levantamento feito pela Secretaria Estadual de Saúde, em 2022 houve o chamado “pico tardio” de infestação do mosquito, que ocorreu durante o período de estiagem, até agosto. No Estado foram registrados, só neste ano, 287.761 casos de dengue, com 243 óbitos. Em Botucatu já são 257 casos da doença, sem óbitos.
 
Para evitar que o número de casos continue aumentando e antes que o período chuvoso se intensifique, a Vigilância orienta que é necessário eliminar os criadouros de mosquitos presentes nos quintais das casas, que  é essencial para diminuir a proliferação de doenças como Dengue, Zika e Chikungunya.
 
Além da intensificação de ações através de visitas, orientações a moradores, busca ativa de criadouros, combate de mosquitos, através de nebulização, a Vigilância solicita a colaboração dos moradores.
 
De acordo com dados da Vigilância, a maioria dos criadouros de mosquitos são objetos úteis e que fazem parte do quintal, como calhas, vasos de plantas e recipientes de alimentação animal. Nestes locais, é necessário ficar atento a objetos úteis que estão mal armazenados e que podem acumular água da chuva, além de realizar a higiene constante, lavando com água e sabão e evitando água parada, sempre que possível.
 
Em casos de sintomas como dor no corpo, febre alta, manchas vermelhas na pele, é necessário procurar uma unidade de saúde.
 
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia