Ir para o conteúdo

Prefeitura de Botucatu - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura de Botucatu - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
FEV
04
04 FEV 2019
SAÚDE
361 visualizações
Vigilância Ambiental em Saúde realiza busca ativa de escorpiões no período noturno
enviar para um amigo
receba notícias

 

Mais uma ação contra os escorpiões na Cidade é a captura noturna desses insetos pela Vigilância Ambiental em Saúde. Pontos estratégicos de maior relevância para a espécie Tityus serrulatus (escorpião amarelo), que tem sido a espécie causadora dos acidentes graves no Estado de São Paulo, estão sendo vistoriados pelos agentes da VAS.

 

 

Os escorpiões são mais ativos durante a noite, pois é neste período que estão à procura de alimentos. A busca ativa destes aracnídeos será realizada com o auxílio de lanterna de luz negra, com raios ultravioletas, que deixam os escorpiões com uma tonalidade fluorescente.

 

 



“Quando são iluminados pelos raios ultravioletas, os escorpiões adquirem uma cor azul brilhante. Por serem criaturas noturnas, os escorpiões preferem ficar escondidos em noites muito iluminadas, então utilizamos deste artifício para fazer a captura deles”, afirma Valdinei Campanucci, Supervisor de Serviços de Saúde Ambiental e Animal.

 

 

O manejo ambiental, ou seja, tornar o ambiente impróprio para o alojamento e proliferação destes animais, ainda é a maneira mais eficaz de combater os escorpiões.

 

 

“O controle químico não é indicado, pois pode desalojá-los, fazer com que saiam do abrigo e procurem uma área não tratada com o veneno, muitas vezes no interior das edificações. Eles podem se abrigar em frestas de paredes, embaixo de caixas, material de construção, madeiras, entre outros. Também é importante manter as caixas de inspeção bem vedadas, pois estes locais são comuns para a sua principal fonte de alimento, as baratas”, finaliza Valdinei Campanucci.

 

 




 

 

 

 

 

 

Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia