Ir para o conteúdo

Prefeitura de Botucatu - SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura de Botucatu - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAI
23
23 MAI 2017
GUARDA MUNICIPAL
408 visualizações
GCM captura cascavéis na Colônia Santa Marina
enviar para um amigo
receba notícias

A Guarda Civil Municipal de Botucatu foi acionada pelo telefone 199, na manhã de segunda-feira (22), a comparecer na região da Colônia Santa Marina, onde uma proprietária rural localizou duas cascavéis, que estavam ao lado de sua residência. Essa serpente é uma das espécies venenosas mais comuns no País.
 
Na oportunidade, o inspetor Carlos e o GCM Lazarini, do Grupo de Proteção Ambiental (GPA), realizaram todo o procedimento de resgate dos animais, que foram levados ao Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos (Cevap) da Unesp, localizado no campus da Fazenda Lageado.
 
“Nossos agentes foram treinados pela própria equipe do Cevap para situações como esta, que envolvem animais peçonhentos. O manejo incorreto de serpentes como a cascavel representa risco à vida das pessoas. Por este motivo orientamos a população a, primeiro, entrar em contato com a Guarda Municipal pelo 199, ou mesmo com a Vigilância em Saúde Ambiental, que são os órgãos competentes a realizar este procedimento”, enfatiza o comandante da GCM, Sérgio Luiz Bavia.
 
Prevenção e como agir em casos de acidentes
Para prevenir acidentes com serpentes venenosas recomenda-se a não andar descalço, especialmente em terrenos baldios ou plantações. Aqueles que trabalham com atividades rurais ou jardinagem devem usar luvas de couro, nunca colocar as mãos em tocas ou buracos na terra, ocos de árvores, cupinzeiros, entre espaços situados em montes de lenha ou entre pedras. Também se deve evitar o deposito ou acumulo material inútil junto à habitação como lixo, entulhos e materiais de construção, além de controlar o número de roedores existentes na área para evitar a aproximação de serpentes venenosas que deles se alimentam. 
 
Em caso de acidentes com serpentes venenosas, orienta-se: lavar o local da picada de preferência com água e sabão; manter a vítima em repouso; não fazer torniquete ou garrote, furar, cortar, queimar, espremer, fazer sucção no local da ferida, muito menos aplicar folhas, pó de café ou terra sobre a ferida. A vítima deve ser levada imediatamente ao serviço de saúde mais próximo para que possa receber o tratamento em tempo.
 
Sobre o Cavap
O Cevap conta com um serpentário de visitação pública com objetivo informar e orientar a população sobre as diferentes espécies de animais peçonhentos, a prevenção dos acidentes, a desmistificação de crenças populares, os primeiros socorros e a importância ecológica e farmacológica dos venenos desses animais.
O espaço é aberto de terça à sexta-feira, das 9 às 17 horas. Aos fins de semana o Cevap funciona das 9 às 17 horas. Mais informações pelo telefone (14) 3880-7241 ou pelo site http://www.cevap.org.br/.
 
 
 
 

Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia