Ir para o conteúdo

Prefeitura de Botucatu - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Botucatu - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Youtube
Rede Social Facebook
Galeria de Prefeitos
Joaquim Amaral Amando de Barros - 01/01/1964 a 31/01/1969

JOAQUIM AMARAL AMANDO DE BARROS

GESTÃO: 1964 a 1969

Nasceu em Botucatu em 24/03/1913, tendo vivido toda a sua vida nesta cidade onde foi grande empresário, comerciante e agro-pecuarista. Faleceu na mesma cidade aos 03/01/1997. Era filho de Pedro Amando de Barros e de dona Ana Monteiro de Barros - Dona Nicota - Casou-se com a Sra. Celina Amando de Barros com quem teve os filhos Carlos, Oswaldo e Elizabeth.

Atuou na política botucatuense, filiado ao PSD de Adhemar de Barros. Pecuarista, era proprietário da Fazenda Boa Esperança com grande cultura de café e criação de gado. Foi pioneiro na criação de cavalos da raça "Appaloosa"

Como comerciante, foi proprietário da tradicional "Casa Amando" abandonando a Faculdade de Direito do Largo São Francisco para assumir a gerência dessa importante casa de comércio que encerrou suas atividades em 1974. Como empresário foi proprietário da Construtora Barros e Lima Ltda, construindo o túnel da ferrovia Sorocabana situado no pátio oito e, foi o construtor do primeiro edifício de Botucatu o Peabiru Hotel, inaugurado em 1957. Foi Presidente da Casa das Meninas "Amando de Barros" e Conselheiro do Sindicato Rural.

Foi Prefeito de Botucatu, conhecido como "Prefeito da Modernização". Foi condecorado pelo reino belga pela introdução da Colônia Belga na cidade.

Sua folha de serviços prestados ao município, marca contribuições significativas: Estabeleceu concurso para o ante-projeto do portal e muros do Cemitério Municipal cujos vencedores foram os arquitetos Nadyr Cury Mezenari, Joaquim Dutra e Wagner Ferreira: três obeliscos simbolizando o calvário. Construção do novo Jardim da Praça Coronel Raphael de Moura Campos com a Concha Acústica.

Logo que assumiu a Prefeitura tratou da aquisição de um rolo compressor Caterpillar para o asfaltamento e, quatro tratores Fordson destinados à lavoura e uma motoniveladora "Rome - modelo 402" no valor de 1 milhão novecentos e noventa mil cruzeiros (25/abril/1964); Foi em sua gestão que tiveram início e término os conjuntos habitacionais "Frei Fidélis"e "Dom Henrique Golland Trindade". Cria o serviço de repetição de Imagem e Som de Televisão; Incentivou a fundação da Associação dos Funcionários Públicos de Botucatu.

Concluiu em setembro de 1964 o Hospital de Psicopatas "Cantídio de Moura Campos"; reconstrução do pátio do Mercado; Inaugura o monumento em homenagem ao prefeito Emílio Peduti;

A conquista ao acesso à Rodovia do Oeste (Castelo Branco) e trevo sobre a rodovia Marechal Rondon e avenida que ligará Botucatu à Rubião Jr. com a pavimentação dessa estrada, trouxe grande desenvolvimento à cidade. Instalação do Frigorífico do CEASA com fábrica de Gelo.

Homem voltado aos problemas de sua cidade, procura junto ao governo do estado, a pavimentação da estrada Botucatu à rodovia Igualdade/São Pedro passando por Vitoriana.

Construiu a ponte ligando o começo da rua Curuzu, à Petrarca Bacchi, abrindo uma nova comunicação entre a cidade e a população da vila Maria; edifica nova ponte na Vila Ema.

Como a cidade enfrentava problemas no abastecimento de água, autoriza a abertura de poços artesianos para os bairros: Vila Maria, Bairro Alto, Boa Vista, Tanquinho, São José, São Judas e Vila Antarctica. Construção da Casa de Bomba e Barragem no rio Pardo.

Na área cultural, promoveu o ll Festival de Teatro Amador; edição de livros de autores locais e o III Feira Regional de Ciências "Emilio Peduti".

A instalação de Hidrômetros em todas as residências (janeiro de 1966) possibilitou uma economia considerável no consumo do precioso liquido. Inicia o calçamento da Av. Vital Brasil; Construção de reservatório de 44 mil litros para a Vila Pinheiro:

Promulga a lei N. 1342 criando condições e estímulo à construção de Edifícios Altos; Elabora, em maio de 1966, projeto do Centro de Educação Infantil Municipal - atual Espaço Cultural Dr. Antonio Gabriel Marão.

Em sua gestão foram realizadas as duas primeiras exposições agro-pecuárias de repercussão nacional.

Seta
Versão do Sistema: 3.2.2 - 02/05/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia