Ir para o conteúdo

Prefeitura de Botucatu - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Botucatu - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Youtube
Rede Social Facebook
Galeria de Prefeitos
Renato de Oliveira Barros - 01/01/1948 a 31/12/1951

RENATO DE OLIVEIRA BARROS

GESTÃO: 1948 a 1951

Renato de Oliveira Barros (Botucatu, 28 de junho de 1902 - Botucatu, 25 de agosto de 1986) foi um comerciante, vereador e prefeito de Botucatu. Era filho de Joaquim Gonçalves de Barros (o famoso nhô Quim de Barros) e de dona Carolina de Oliveira Barros, casado com Dinorah Marcela Colino de Barros, com quem teve as filhas Roseli e Maria Regina.

Comerciante de café, possuía estabelecimento ao lado do Hotel Santo Antônio, próximo à Estação da antiga Estrada de Ferro Sorocabana, onde mantinha uma máquina de beneficiar arroz e café. Nas eleições de 15 de novembro de 1947, havia dois candidatos a prefeito: Renato de Oliveira Barros e Oswaldo Lunardi . Barros venceu com 5.739 votos, assumiu em 1º de janeiro do ano seguinte como o primeiro prefeito eleito de Botucatu.

Obras realizadas: Em junho de 1948, é fixado pela Prefeitura o ponto único para os ônibus na Praça Coronel Moura (mais conhecida como Praça Paratodos). Nesse mesmo mês, Botucatu é escolhida como sede da 1a Zona de Mecanização da Lavoura no Estado de São Paulo, abrangendo toda a média Estação Sorocabana. Em dezembro, é concluída a nova represa do rio Pardo, com modernos maquinários e estando já em pleno funcionamento o primeiro deles, que vem fornecendo água à população.

É iniciada a construção das primeiras 100 casas populares na cidade, com rede de água, de esgoto e eletricidade em todas. No período pós guerra, o prefeito publica decreto extinguindo o racionamento de açúcar e de farinha, retomando à produção normal. Com outro Decreto, permite a venda, distribuição e consumo do leite cru, em Botucatu, sob fiscalização direta da Prefeitura Municipal.

A Companhia Paulista de Força e Luz adquire a antiga empresa Bacchi, passando a ser a única distribuidora de energia elétrica no Município. Também é instalada a Agência Municipal de Estatística Modelo, que permite o melhor levantamento e arquivo de dados estatísticos do Município.

Seta
Versão do Sistema: 3.2.2 - 02/05/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia