Ir para o conteúdo

Prefeitura de Botucatu - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Botucatu - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Youtube
Rede Social Facebook
Vigilância Ambiental em Saúde
ABELHAS E VESPAS

Existem mais de 20 mil espécies de abelhas e muitas delas não possuem ferrão como a Jataí e Arapuá. Abelhas sem ferrão devem ser preservadas conforme Lei de Proteção Ambiental. As Abelhas africanizadas e Vespas são animais peçonhentos que ferroam para se defender. As ferroadas podem causar reações alérgicas cujas gravidade depende da sensibilidade do indivíduo, do local e da quantidade das mesmas.
ENXAME MIGRATÓRIO

Os enxames migratórios são grupos viajantes de abelhas ou vespas que ocorre com maior frequência no período da primavera e verão. É muito comum um enxame migratório, principalmente de abelhas africanizadas, repousarem em arbustos, beirais de telhado, lixeiras, entre outros locais, por um período de até 48 horas antes seguirem viajarem e se fixarem em ambiente favorável. Os enxames migratórios não costumam ter comportamento defensivo, porém ao se sentirem ameaçadas podem ferroar.
ENXAME FIXO

Os enxames fixos instalam seus ninhos (colmeias ou vespeiros) em beirais de telhado, forro de edificações, vãos de paredes e/ou muros, objetos abandonados (móvel velho, ferro velho, caixotes) nos imóveis, ocos de árvores, caixas de inspeção, entre outros. Um enxame fixo tende a defender o seu território quando importunado, podendo ferroar pessoas e/ou animais num raio de até 300 m². Portanto, toda criação de abelhas africanizadas deve respeitar a distância mínima de 300 metros de residências, locais com circulação de pessoas e criação de animais.
ABELHAS OU VESPAS POLINIZANDO

É natural que estes insetos polinizadores visitem as plantas nos imóveis ou que compõem a arborização urbana. Eles também podem visitar as residências ou outros locais com manipulação de alimentos e/ou bebidas doces. Abelhas ou vespas polinizando não têm um território para defender, portanto somente irão ferroar se forem comprimidas ou molestadas.
COMO EVITAR ACIDENTES

Ao se deparar com um enxame de abelhas e vespas, mantenha a calma e entre em contato com os órgãos responsáveis para avaliação e providências. Evite barulho, movimentos bruscos, som alto e uso de equipamentos que propaguem barulho (roçadeiras, tratores, entre outros) próximo aos enxames. Em hipótese alguma jogue água ou veneno nele! Para evitar riscos de acidentes envolvendo seres humanos e animais, o manejo de abelhas e vespas só deverá ser feito por pessoas capacitadas tecnicamente.
O QUE FAZER EM CASO DE ABELHAS E/OU VESPAS DEFENDENDO SEU TERRITÓRIO

As abelhas africanizadas quando sentem uma aproximação não desejada dão sinais de que estão incomodadas, o principal deles é esbarrar várias vezes contra aquele que invade o seu território. Trata-se de uma tentativa de defesa prévia antes de utilizar o seu ferrão, portanto se isso acontecer ou se elas já estiverem picando saia o mais rápido possível para longe do local, protegendo principalmente a região da cabeça e pescoço. Nestas situações, é importante não manter animais confinados para que os mesmos possam empreender fuga da área de risco. Quando possível se abrigue em local fechado e seguro. No caso de pessoas e/ou animais vitimados, acione o Corpo de Bombeiros.
ABELHAS SEM FERRÃO

Existem abelhas, como a Jatai e a Arapuá, que não apresentam risco a saúde pública.
ATENDIMENTO DA VIGILÂNCIA AMBIENTAL EM SAÚDE

Telefone:
(14) 3811-1609

Horário de Atendimento:
Segunda à Sexta-feira das 07h às 17h
- Após este horário, finais de semana e feriados, o plantão da VAS será acionado através do 199 da Guarda Civil Municipal

Os enxames de abelhas africanizadas capturados pela VAS são encaminhados para o Setor de Apicultura da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da UNESP-BOTUCATU. Os ninhos de vespas são soltos em mata. Os enxames e ninhos em locais de difícil acesso são encaminhados para o Corpo de Bombeiros.
 
Seta
Versão do Sistema: 3.1.7 - 02/12/2021
Copyright Instar - 2006-2021. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia