Esporte
01/03/2012 - Carlos Pessoa
Prefeitura vai abrir ginásio municipal 24 horas

A chance de praticar esportes durante a madrugada, uma tendência que tem crescido cada vez mais nos grandes centros urbanos, também ganha adeptos em cidades de porte médio, como Botucatu. Diante dessa realidade, a Prefeitura resolveu tirar do papel uma ideia antiga: manter o ginásio municipal de esportes “Dr. Mário Covas Júnior” aberto durante 24 horas, oferecendo a oportunidade para que praticantes de esportes como futsal, voleibol, handebol e basquete possam utilizá-lo, inclusive, durante as madrugadas.

Na tarde de quarta-feira, o prefeito João Cury Neto e o secretário municipal de esportes, Marcelo Marcolim estiveram reunidos com representantes de empresas da cidade para discutir os detalhes que envolvem o projeto. Estiveram presentes representantes da Embraer, Correios, Fiberbus, Induscar/Caio, Sesi, Duratex, Eucatex, MCA, Conte & Conte e CPFL Paulista.

A proposta tem como público-alvo os funcionários de empresas que trabalham em turnos e que muitas vezes só têm as madrugadas para a prática de esportes. Hoje, o ginásio municipal já funciona alguns dias até a meia-noite. O desejo do prefeito é ampliar esse horário até as 8 da manhã, fazendo com que o espaço passe a atender a população 24 horas por dia.

De acordo com os representantes das empresas, o projeto é bastante viável já que muitos funcionários já costumam sair do trabalho para praticar esportes em horários alternativos. “Hoje temos colegas que saem da fábrica de madrugada e vão jogar bola. O projeto é bem interessante e acredito que terá grande aceitação”, afirma Rogério Cristiano Cardoso, da Embraer.

Para o prefeito, a iniciativa busca a promoção da saúde, da integração e disponibilizar gratuitamente um espaço público voltado à prática esportiva. “Acredito que poderemos ajudar muita gente, oferecendo um local com boa estrutura e sem custo. Muitas vezes o trabalhador só tem a madrugada para praticar esporte. Isso já vem acontecendo. Chamamos os representantes das empresas para que juntos possamos construir esse projeto. Nossa intenção é, cada vez mais, democratizar o uso do ginásio municipal”, afirma João Cury.

“Vamos trabalhar com agendamento prévio e disponibilizar bolas, redes, coletes, estrutura de vestiários. Buscamos preferencialmente as empresas porque as chances de preenchermos uma quantidade grande de horários é maior. Havendo janelas na agenda, podemos disponibilizar para a população em geral”, declara Marcolim.

Ficou definido que alguns horários começarão a ser preenchidos já neste mês de março. E por sugestão do prefeito, no mês de abril, será realizado um torneio durante a madrugada para lançar oficialmente o projeto. “Vamos criar um regulamento para disciplinar o uso do ginásio nesses horários alternativos, para não criar nenhum tipo de problema, principalmente com a vizinhança”, informa João Cury.
 

Compartilhar
Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook
Próxima notícia: Fiscalização eletrônica estará na Dante Delmanto, nesta sexta (2)
Notícia anterior: Botucatu fecha 2011 no “azul”, fez investimentos de R$ 28 mi e novamente aplica mais em Saúde e Educação
Índice de Notícias